Verifique o programa do IV Ciclo de Órgão de Torres Vedras

7 de novembro
13h15 – 13h30 – Concerto À la carte
Neste concerto todos os que se encontrarem na Cidade podem usufruir à hora de almoço de um “menu” musical, podendo dessa forma o público escolher o que quer ouvir e assim participar numa “degustação musical”. No final, o público será convidado para degustar um bolinho e um café.

14 de novembro
13h15 – 13h30 – Concerto À la carte

17 de novembro
16h00 – Concerto Música para órgão e canto no barroco ibérico, italiano e alemão
Apresenta compositores como Bach, Vivaldi e Haendel, mas também autores menos conhecidos como Frei Jacinto do Sacramento, Giuseppe Carcanni ou José da Madre de Deus.

Um programa, que recria historicamente a música que se fazia em Portugal no século XVIII, música esta bastante idiomática do órgão histórico Bento Fontanes.
Sendo que desde o seu aparecimento, o órgão sempre teve uma relação direta com a voz humana, este concerto contará com a participação da soprano Mariana Castello-Branco, cuja voz será acompanhada pelas sonoridades de órgão e baixo-contínuo a cargo de Daniel Oliveira.

21 de novembro
13h15 – 13h30 – Concerto À la carte

28 de novembro
13h15 – 13h30 – Concerto À la carte

15 de dezembro
16h00 – Concerto Um conto de Natal….na música para filmes
Este concerto é, através da música cinematográfica e natalícia, um autêntico momento para recordar temas de filmes associados ao Natal.
Alunos e professores da Academia de Música Stella Maris (Peniche) executarão sons natalícios e cinematográficos de compositores tão significativos como Yann Tiersen, Ludovico Enaudi ou Enio Morricone. As sonoridades do órgão estarão a cargo de Gerardo Rodrigues.

25 de janeiro
10h-12h00 e 14h-16h00 – Masterclass com Jesús Sampedro
Esta masterclass constitui-se como uma oportunidade dos alunos de órgão de Torres Vedras e de outros conservatórios e escolas nacionais contactarem com uma personalidade de relevo do panorama organístico, de modo a abrirem novos horizontes. Uma experiência que poderá marcar e influenciar a sua formação musical/organística.

A não perder

Comente este artigo