Smart-Beejs – estudantes internacionais de doutoramento de visita a Torres Vedras

Um grupo de 15 estudantes de doutoramento do projeto “Smart-BEEjS” visitaram a cidade de Torres Vedras na passada sexta-feira. O grupo  encontra-se a trabalhar em vários países da Europa com o objetivo de explorar e potenciar Distritos Energéticos Positivos, a partir de diferentes perspetivas disciplinares e de distintas universidades europeias. Em Torres Vedras,  ficaram a conhecer várias soluções implementadas a nível de mobilidade e energia.

A visita começou no Terminal Rodoviário, onde se abordaram as hipóteses de intermodalidade, e de onde os participantes saíram de Agostinhas em direção ao Parque do Choupal, fazendo a ligação entre as zonas norte e sul da cidade. Ali, o destaque foi para o posto de carregamento elétrico que se encontra naquele Parque, assim como para a bike station que será instalada junto ao futuro Centro de Artes e Criatividade – CAC.

Os estudantes atravessaram a ponte pedonal do Parque do Choupal rumo à zona da Várzea, onde circularam na Rede de Ciclovias Urbanas de Torres Vedras. Ao longo do percurso, observaram o contador de bicicletas e peões que se encontra na Rua Maria Barreto Bastos, assim como as novas Paragens de Chegada e Confluência.

Já no Mercado Municipal, o vereador da Mobilidade da Câmara Municipal de Torres Vedras, Hugo Lucas, apresentou a Estratégia de Mobilidade da cidade. Durante o dia, os estudantes ficaram ainda a conhecer o Sistema Integrado de Gestão do Estacionamento.

Em Portugal, o “Smart-BEEjS” é coordenado pelo ISCTE-IUL e financiado pelas ações Marie Skłodowska-Curie do Horizonte 2020 – Programa-Quadro Comunitário de Investigação & Inovação. O projeto contribui para o Plano Estratégico de Tecnologias Energéticas da União Europeia, que pretende ver implementados “100 distritos energéticos positivos em 2025 e 80% de consumo de eletricidade a ser gerida pelos consumidores em 4 de cada 5 habitações”.

Related Posts

Add Comment