top of page

Acrobata chinesa morre após queda durante espetáculo no ar


A mulher participava no evento com o marido, que ainda tentou agarrá-la, mas sem sucesso / Créditos de imagem: Twitter

Uma acrobata chinesa morreu após uma queda durante um espetáculo de acrobacia no ar, em que participava com o marido, este sábado, numa aldeia perto da cidade de Suzhou, na província de Anhui (China).

A mulher ainda foi levada para o hospital, após a queda em palco, mas acabou por morrer devido aos ferimentos graves, informou o governo da localidade, numa declaração emitida esta segunda-feira, citado pela CNN Portugal.

As imagens do momento foram partilhadas nas redes sociais e mostram o casal a ser levantado por uma grua, por cima de um palco, ao ar livre. A mulher estava agarrada ao marido, com os braços enrolados em duas peças de tecido, penduradas na grua. No entanto, à medida que iam sendo levantados no ar, a mulher enrolou os braços à volta da cabeça do marido e, quando se tentava pendurar nele, perdeu o controlo. Entre os gritos da multidão, a mulher caiu no palco duro. Conforme é possível ver nas imagens, o homem ainda tentou agarrá-la com as pernas, mas sem sucesso.

Após os vídeos do momento se tornarem virais, muitos utilizadores questionaram o facto da mulher não estar a usar um cinto de segurança e o facto de não existir uma rede de segurança ou um tapete de choque no chão. Outros apelaram a regulamentos mais rigorosos para a indústria acrobática e melhor proteção para os artistas.

Segundo a mesma fonte, o espetáculo foi apresentado por um empresário agrícola local, que contratou a empresa Anhui Yaxi Performing Arts Media Company para dirigir o espetáculo.

bottom of page