MOTORISTAS MARCAM NOVA GREVE PARA SETEMBRO

O Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) avança para a greve, entre 7 e 22 de setembro, desta vez, o assunto são as horas extraordinárias, fins-de-semana e feriados.

O advogado do SNMMP, Pardal Henriques, diz que “a Antram não quis evitar uma possível greve por 50 euros”, além dos 125 euros já acordados com a federação de sindicatos, Fectrans, para subsídio de operações, relativo ao risco de manuseamento de matérias perigosas, e trabalho noturno.

O sindicato impôs que as horas extraordinárias além das 48 horas semanais fossem pagas aos motoristas, assim como um subsídio de 175 euros para o manuseamento de matérias perigosas.

A não perder

Comente este artigo