ANTIGAS INSTALAÇÕES DO INSTITUTO DA VINHA E DO VINHO, DARÃO ORIGEM A UM PÓLO DO VINHO E GASTRONOMIA

A Câmara Municipal de Torres Vedras, atual propiretária do Instituto da Vinha e do Vinho na mesma cidade, deu a conhecer que as antigas instalações do IVV, darão lugar a um Pólo de Inovação do Vinho e da Gastronomia.

Englobará o setor agro-alimentar, sob o sentido de cultura gastronómica – património de saberes e rituais que afirmam uma identidade territorial; o setor científico e tecnológico; o do turismo; o sistema empresarial e empreendedor e o setor cultural e criativo.

Este Pólo contará com um conjunto de valências: um centro de interpretação, um centro sobre a cultura vitivinícola e gastronómica do território envolvente, um núcleo de exposições temporárias e ainda uma oferta enogastronómica também da região) e um arquivo e documentação, entre outras.

A destacar ainda, unidades de comércio e oficinas, uma unidade de alojamento hoteleiro, restauração e serviços e produtos gastronómicos de valor acrescentado, bem como oferta educativa e cultural, que passa pela existência de uma cozinha e uma horta comunitária, um FabLab culinário, programas educativos e culturais em articulação com programas turísticos, visitas educativas ao território e à sua cadeia de produção alimentar e atividades de sensibilização para a gastronomia sustentável e saudável.

De referir ainda, que as instalações da Comissão Vitivinícola da Região (CVR) de Lisboa, da VITICER – Associação Nacional de Viveiristas Vitícolas e da AATV – Associação de Agricultores de Torres Vedras irão permanecer em funcionamento naquelas instalações.

A não perder

Comente este artigo