AFONSO REIS CABRAL VENCEU O PRÉMIO LITERÁRIO JOSÉ SARAMAGO

Afonso Reis Cabral venceu, esta terça-feira, 8 de outubro, o Prémio Literário José Saramago. O escritor de 29 anos foi distinguido com um dos maiores galardões literários em Portugal, com o seu segundo romance, “Pão de Açúcar”, um livro que retrata o caso real da vida de Gisberta Salce Júnior, sem-abrigo transsexual assassinada na cidade do Porto, em 2006, por um grupo de rapazes com menos de 16 anos à guarda da Oficina de São José.

Na opinião de António Mega Ferreira, um dos membros do júri do prémio, este romance “é uma das obras ficcionais portuguesas mais arrebatadoras e poderosas dos últimos anos”.

Licenciado em Estudos Portugueses e Lusófonos, Afonso Reis Cabral publicou a primeira obra aos 15 anos, um livro de poesia de seu nome,”Condensação”.

Em 2014, venceu o prémio LeYa com o primeiro romance, “O Meu Irmão”, cujo protagonista fica com a custódia do irmão Miguel, com síndrome de Down, depois da morte dos pais.

Em 2017, foi-lhe atribuído o Prémio Europa David Mourão-Ferreira na categoria de Promessa, e, em 2018, o Prémio Novos na categoria de Literatura.

Trineto de Eça de Queiroz, estreou-se recentemente na literatura de viagens com o livro “Leva-me Contigo”, um relato pessoal da viagem que fez a pé, entre abril e maio deste ano, ao longo da mítica Estrada Nacional 2.

A não perder

Comente este artigo