Está a ser instalada uma central fotovoltaica na cobertura do edifício da Câmara Municipal de Torres Vedras

O Município de Torres Vedras, está a proceder à instalação de uma central fotovoltaica na cobertura do edifício da Câmara Municipal. Esta central, constituída por 147 painéis (representando uma potência nominal de 40 kWp), irá produzir energia para consumo no referido edifício, estimando-se que 15% da energia que produzir seja vendida à rede.

Esta central deverá produzir anualmente, cerca de  61.500 KWh , o que corresponderá a uma receita líquida média anual de cerca de 6.000 euros e a uma diminuição de emissões de CO2 na ordem das 22 ton/ano.

O custo inicial de instalação da central é de 43.710 euros, sendo o custo anual de manutenção da mesma de cerca de 900 euros. O período de retorno do investimento será de sete anos, tendo esta central um período de vida estimado de 25 anos, ao fim do qual se prevê um retorno financeiro de 110 mil euros.

 

O Município tinha já instalado painéis fotovoltaicos :

Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim de Infância Padre Francisco Soares;

Centro Educativo de Dois Portos;

Centro Educativo de Runa;

Jardim de Infância da Orjariça;

Centro Educativo de Monte Redondo;

Centro de Educação Ambiental;

Escola Básica da Boavista (Silveira);

Centro Educativo da Carvoeira;

Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim de Infância da Conquinha;

Escola Básica do 1.º Ciclo da Maceira;

Mercado de Santa Cruz;

Jardim de Infância da Conquinha;

Escola Básica do 1.º Ciclo da Boavista-Olheiros;

Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim de Infância da Póvoa de Penafirme;

Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim de Infância de Santa Cruz;

Escola Básica do 1.º Ciclo da Silveira.

Cerca de 53.000 kWh é a quantidade de energia produzida anualmente nestes locais por meio de painéis fotovoltaicos, o que tem como consequência uma diminuição de emissões de CO2 na ordem das 19 ton/ano.

 

 

A não perder

Comente este artigo