Realiza-se no feriado de 8 de dezembro, no Campo da Feira do Cadaval, a tradicional Feira dos Pinhões, evento ímpar na região pelo elevado número de visitantes e feirantes que acorre à vila nesta ocasião. Esta edição do evento contará ainda com um total de 30 expositores, presentes no pavilhão multiusos situado nas imediações da feira.

Tendo em conta o feriado religioso em que decorre, a Feira dos Pinhões é também por muitos apelidada de Feira de N. Sra. da Conceição ou ainda de Feira de 8 de Dezembro.

A sua origem perde-se no tempo, mas terá ficado conhecida por “Feira dos Pinhões” devido à quantidade de pinhoeiras que acorriam ao Cadaval, nesta altura do ano, para vender o muito apreciado pinhão e demais frutos secos, sobretudo em ocasiões festivas como o Natal.

Estas vendedoras, com seus trajes típicos e sentadas em pequenos bancos, davam cor e alegria à vila e particularmente à feira, vendendo pinhões por medida ou em fiadas.

Esta feira constitui ainda um acontecimento ímpar na vila do Cadaval, seja pela quantidade de visitantes e de feirantes que continua a atrair, seja pela diversidade de artigos que continua a trazer ao concelho, atualmente ao Campo da Feira do Cadaval, no arranque da época natalícia.

Em paralelo com a Feira dos Pinhões, o pavilhão multiusos situado junto ao Campo da Feira acolhe, no mesmo dia, um total de trinta espaços dedicados quer à venda de produtos artesanais e agrícolas, quer à exposição de âmbito cultural e institucional.