Torres Vedras foi uma das localidades vencedoras do Prémio Cidades que Caminham 2014.
Tendo recebido este prémio na categoria referente a municípios com menos de 100 mil habitantes, essa distinção que lhe foi atribuída deveu-se à criação de redes pedonais urbanas, e sobretudo de redes rurais e periurbanas que favorecem o acesso aos espaços públicos e naturais.
Esse prémio foi entregue no II Congresso das Cidades que Caminham, que decorreu nos dias 16 e 17 de outubro, em Pontevedra (Espanha).
Este congresso reuniu mais de uma centenas de técnicos, especialistas e representantes políticos que debateram a acessibilidade universal, a segurança viária e a mobilidade sustentável nas cidades, tendo no âmbito do mesmo se realizado uma visita técnica para conhecer a implementação da velocidade 30 no Município de Pontevedra e as potencialidades dessa medida.
No decorrer da iniciativa foi criado um compromisso para estabelecer uma velocidade estandardizada de 30 km/h em todas as povoações dos municípios da referida rede, tendo para esse efeito sido constituído um grupo de trabalho.
Também no decorrer deste congresso o vice-presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, apresentou o projeto de reformulação do estacionamento em Torres Vedras a que associou a relocalização do terminal rodoviário da cidade.
Torres Vedras será o próximo local a receber o Congresso das Cidades que Caminham, o qual terá lugar no próximo ano.