“Os Negros e os Deuses do Norte” vão estar no palco do Teatro-Cine de Torres Vedras nos próximos dias 17 e 18 de outubro, a partir das 21h30.
Especialmente escrita para a atriz Sara Ribeiro e para os dois músicos que a acompanham em palco, esta peça, que é uma coprodução da Companhia João Garcia Miguel, do Teatro-Cine de Torres Vedras e da Rui Viola Produções, “afirma-se como um manifesto acerca daquilo que fazem os artistas que procuram ligar a vida à arte. Por detrás da mais recente criação de João Garcia Miguel está imanente uma figura, ao mesmo tempo sagrada e condenada, que os Romanos legalmente consagraram como Homo Sacer – um ser exilado no seio da sua própria comunidade, sem qualquer direito civil, que qualquer um podia matar mas jamais sacrificar em rituais religiosos.
De referir que o encenador deste teatro – João Garcia Miguel – iniciou a sua carreira profissional na década de 80. É um dos fundadores dos coletivos Canibalismo Cósmico, Galeria Zé dos Bois e OLHO – Associação Teatral, que dirigiu entre 1991 e 2002. Em 2003 fundou a Companhia João Garcia Miguel e, em 2008, tornou-se diretor artístico do Teatro-Cine de Torres Vedras. Em 2008 foi distinguido com o Prémio FAD Sebastià Gasch e, em 2014, com o Prémio SPA para Melhor Espetáculo de Teatro, com “Yerma”.
O preço dos bilhetes para se assistir a “Os Negros e os Deuses do Norte” no Teatro-Cine de Torres Vedras é de 5 euros.