No dia 22 de março, domingo, pelas 15h30, irá realizar-se o teatro de marionetas “Apara o rapaz que vai e vem” no Teatro-Cine de Torres Vedras. A peça destina-se a crianças entre os 6 e os 12 anos, tem uma duração aproximada de 1 hora e o preço do bilhete é de 2€.

“Apara o rapaz que vai e vem”, conta a estória do dia-a-dia de um rapaz numa aldeia africana. A água é o que a aldeia tem de mais importante. Este rapaz chama-se Apara. No outro lado do mundo vive Gedeão, um rapaz da mesma idade que vive numa cidade onde nada lhe falta. Gedeão tem tudo o que precisa bem perto de si. Água não é problema. Corre facilmente pela torneira, torneira essa que está sempre a pingar. Poderão os pingos desta torneira encher o garrafão de água de Apara?

“Apara o rapaz que vai e vem” é um espetáculo visual de reflexão. A palavra é substituída por um suporte musical original que nos guia através de duas realidades bem diferentes deste nosso planeta. A abundância e a escassez de recursos, o valor dos bens materiais, o valor da vida e o valor da água como geradora de vida enformam o espetáculo. Estaremos nós a dar a devida importância ao bem mais precioso para a nossa existência? Teremos nós noção que a água potável não é assim tão abundante? Terá de haver um grito maior que o planeta, para todos despertarmos e tomarmos consciência do desperdício… Amanhã poderá ser tarde.”

Após o espetáculo, os técnicos do Centro de Educação Ambiental de Torres Vedras irão realizar uma oficina dedicada à Água e as inscrições podem ser feitas pelo telefone 261 338 131.

Ficha técnica e artística
Valdevinos – Teatro de Marionetas

Autor: Fernando Cunha
Guião/Encenação: Fernando Cunha e Joaquim Guerreiro
Construção das marionetas: Ana Pinto Adereços: Ana Pinto, Fernando Cunha e Joaquim Guerreiro
Atores/manipulação: Fernando Cunha Joaquim Guerreiro
Música: Norma Carvalho
Letras e interpretação: Gonçalo Cunha
Desenho de luz: Coletivo Valdevinos
Operação de luz e som: Ricardo Soares
Design Gráfico: Norma Carvalho
Fotografia e Vídeo: Ricardo Reis
Produção: Ana Pinto