O Teatro-Cine de Torres Vedras vai acolher as sonoridades trazidas do Oriente pela Orquestra Chinesa de Macau, hoje, pelas 21h30.

 

Fundada em 1987, e estando sob tutela do “Instituto Cultural do Governo da Região Administrativa Especial de Macau”, esta orquestra apresenta um repertório que cobre uma amplitude de géneros musicais que vão das melodias tradicionais às composições chinesas contemporâneas, explorando e desenvolvendo simultaneamente a arte da “sinfonização” da música popular. Com o objetivo de criar um repertório único e um estilo próprio, a referida orquestra dedica-se, em particular, à apresentação de obras que expressam as caraterísticas musicais e culturais de Macau, resultantes da fusão das culturas chinesa e ocidental.

 

Exercendo uma atividade regular em Macau, mediante a apresentação de uma temporada de concertos anual, esta orquestra alargou o seu público ao efetuar em dezembro de 1988 a sua primeira digressão a Portugal. Desde então, tem atuado regularmente no estrangeiro, com concertos também na Bélgica, na Índia e na China.

O programa do seu concerto em Torres Vedras – o qual será dirigido pelo maestro Pang Ka Pang e contará com as participações da fadista Maria Ana Bobone, do guitarrista Sandro Costa, do violista André Teixeira e do contrabaixista Rodrigo Serrão.

 

 

O preço dos bilhetes para se assistir ao concerto da Orquestra Chinesa de Macau no Teatro-Cine de Torres Vedras é de 5 euros.

 

(foto:cmtv)