De forma a apoiar carenciados com problemas de saúde, a Câmara de Sobral de Monte Agraço anunciou hoje a criação do projeto “Dar a Mão”.
Através de ajudas que podem chegar a 80% de comparticipação, abrangendo todos os grupos populacionais do concelho desde que integrem agregados familiares em situação de carência económico-social, a Câmara do Sobral de Monte Agraço, através de um fundo de 10 mil euros, apoia em obras de adaptação das habitações que melhorarem a saúde e qualidade de vida dos residentes, aquisição de material não reutilizável para doentes oncológicos, tratamentos de higiene oral ou considerados clinicamente prioritários e ajudas óticas como aquisição de óculos graduados.
O fundo, oriundo de receitas obtidas de forma simbólica através do Bando de Ajudas Técnicas, que junta os três parceiros e através do qual são cedidas, a título de empréstimo ou aluguer simbólico cadeiras de roda, camas articuladas, entre outros equipamentos reutilizáveis.
O concelho de Sobral de Monte Agraço tem cerca de 10 mil habitantes, e espera-se que esta medida possa chegar a uma centena de famílias.