A “Operação Páscoa” 2014 registou mais feridos graves e menos feridos ligeiros.
A Guarda Nacional Republicana registou durante os quatro dias da “Operação Páscoa”, menos acidentes e menos mortos do que na operação do ano passado, mas mais feridos graves, terminando com três vítimas mortais.