A Comunidade Intermunicipal do Oeste entregou 341 capacetes a 12 corporações de bombeiros no âmbito de um protocolo de cooperação que prevê a entrega de mais de três mil equipamentos de proteção individual.
Os capacetes foram entregues no âmbito de uma candidatura aprovada pelo Programa Operacional de Valorização do Território para aquisição de equipamentos de proteção individual para combate a incêndios em espaços naturais.
A candidatura prevê dotar os corpos de bombeiros de todos os municípios do Oeste com 3189 equipamentos (incluindo, além dos capacetes, luvas, casacos, calças e botas) mas, de acordo com o presidente da OesteCIM, Carlos Miguel, “o resto do equipamento não vai estar apto [a ser entregue] a tempo da próxima época dos fogos”.
Em causa está, segundo o também autarca de Torres Vedras, o facto de depois de o Governo ter sugerido que as comunidades intermunicipais poderiam avançar com as candidaturas, estas terem sido confrontadas “com a expectativa de terem que suportar o IVA do investimento”, o que levou a OesteCIM a suspender os concursos.
Os 341 capacetes foram entregues às corporações de Alcobaça (incluindo os voluntários de Pataias e Benedita), Alenquer, Arruda dos Vinhos, Bombarral, Cadaval, Lourinhã, Nazaré, Óbidos e Torres Vedras, após a assinatura do protocolo, assinado na sede da OesteCIM.