Fonte judicial disse, que o coletivo de juízes comunicou hoje, em plena audiência, o adiamento do julgamento para 3 de junho, depois de a defesa ter requerido a realização de uma perícia do foro psiquiátrico ao arguido.
O acusado, de 56 anos, está pronunciado por dois crimes de homicídio qualificado, e pode vir a ser condenado também na pena acessória de interdição de detenção, uso e porte de arma.