O número de manifestações realizadas em Portugal diminuiu quase seis por cento em 2013, ano em que as forças de segurança contabilizaram 2.859 ações de protesto, menos 153 do que em 2012.
O Relatório Anual de Segurança Interna de 2013 indica que a GNR e a PSP efectuaram mais de 2mil operações policiais para assegurar o regular exercício de direito de reunião e manifestação.
Apesar de não ter comparação com o ano anterior, o Relatório Anual de Segurança Interna de 2012 dava conta da realização de mais de 3mil manifestações em Portugal nesse ano, significando uma redução de cerca de seis por cento do número de protestos em 2013.