A Câmara Municipal do Cadaval está a participar, de 30 de novembro a 3 de dezembro, no exercício distrital “Aqua Lx 2015” – o qual visa testar planos de emergência perante um eventual cenário de cheias, seja a nível do distrito de Lisboa, seja a nível de cada um dos municípios integrantes.

 

O simulacro “Aqua Lx 2015” constitui uma organização da Autoridade Nacional de Proteção Civil através do Comando Distrital de Operações de Socorro de Lisboa, sendo desenvolvido pelos serviços municipais de proteção civil dos 16 municípios que compõem o distrito.

 

Este exercício tem como objetivo testar o Plano Distrital e os planos das autarquias envolvidas, num eventual cenário de cheias, sendo que cada município determina a forma de participação e os cenários locais, integrando a Ordem de Operações Distrital.

 

No caso específico do Cadaval, segundo adianta o Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC), «pretende-se recriar as situações meteorológicas registadas em dezembro 2009, com um cenário de ventos muito fortes acrescido de pluviosidade intensa.»

 

A participação do Município no “Aqua Lx 2015” recai, de acordo com o SMPC, sobre os seguintes objetivos: exercitar os procedimentos de nível administrativo e os mecanismos de notificação; treinar ações de coordenação e gestão através do Centro de Coordenação Operacional Municipal; testar as comunicações e o próprio Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil.

 

O exercício terá o seu ponto alto no dia 2 de dezembro, data em que se registarão as principais ocorrências, sendo “jogado” em modo CPX – “Command Post Exercise” (Exercício de Posto de Comando), ou seja, desenrolando-se em “sala de crise”. Como tal, e de acordo com a Proteção Civil municipal, não são esperadas quaisquer alterações ao quotidiano dos cadavalenses.