A Câmara Municipal de Torres Vedras aprovou, na sua Reunião do dia 17 de dezembro, a execução do projeto n.º 16 “Identificação de Passadeiras para Invisuais e Baixa Visão na Cidade de Torres Vedras”, apesar deste projeto não ter integrado a listagem dos projetos vencedores do Orçamento Participativo 2015, anunciada no passado dia 12 de dezembro numa sessão pública que decorreu no Edifício Paços do Concelho.

 

Este projeto obteve 121 votos na fase de votação dos projetos finalistas do Orçamento Participativo 2015, devendo, por esta razão integrar a lista de projetos vencedores. No entanto, não foi considerado um dos projetos a implementar pelo facto de que nas normas de participação do Orçamento Participativo vem referido “Da votação não podem resultar mais de duas propostas por freguesia para implementação” (n.º 4, artigo 12.ª) e verificou-se que este projeto é da mesma freguesia que os projetos n.º 18 “Aquisição de Ambulância para Bombeiros Voluntários de Torres Vedras” e n.º 17 “Juntos Salvamos + Vidas”, nomeadamente da Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães.
O Projeto “Identificação de Passadeiras para Invisuais e Baixa Visão na Cidade de Torres Vedras” será assim, apesar de não no âmbito do Orçamento Participativo, implementado por deliberação do executivo municipal. Este projeto foi proposto por Leonel Alves e consiste na marcação de uma faixa perpendicular ao centro da passadeira, no passeio, e em pavimento diferenciado, de modo a possibilitar aos invisuais e de baixa visão a identificação da passadeira. Os locais a intervencionar correspondem aos eixos onde se encontram os principais serviços da Cidade de Torres Vedras.