O vice-primeiro-ministro anunciou hoje que Governo aprovou o «documento final com orientações para a reforma do Estado», assinalando que esse documento, ao contrário da versão inicial, contém uma «tabela de tarefas» calendarizadas, com cerca de 120 medidas.
Segundo o vice-primeiro-ministro, nesta reunião, «o Conselho de Ministros fez o balanço do período de exceção» que terminará com a conclusão do programa de resgate a Portugal, a 17 de maio e «aprovou o documento final com orientações para a reforma do Estado, após um largo debate público,depois da audição dos parceiros socais como dos partidos políticos». Este documento será divulgado hoje.