No passado dia 11 de Abril teve lugar, em Sobral de Monte Agraço,  a cerimónia de constituição da associação para a promoção das Linhas de Torres. O referido organismo de direito privado, engloba a Rota Histórica das Linhas de Torres e passa a designar-se de Associação para o Desenvolvimento Turístico e Patrimonial das Linhas de Torres Vedras.

Como pode ler-se em www.cm-tvedras.pt, a referida associação, sem fins lucrativos, é para já composta por 6 membros, todos municípios, mas contempla nos seus Estatutos a possibilidade de integrar outras entidades públicas e privadas.

Com sede no Centro de Interpretação das Linhas de Torres, em Sobral de Monte Agraço, tem como missão a defesa e valorização do património cultural, ambiental, histórico e urbanístico, relacionado com as Linhas de Torres, com vista à concretização dos seguintes objetivos: intercâmbio de experiências entre associados, nomeadamente ao nível da conservação do património; planificação e desenvolvimento de uma política de produção e promoção turística; planificação estratégica de uma política cultural; regulamentação e gestão da marca Rota Histórica das Linhas de Torres; promoção da consciencialização da importância histórica e patrimonial deste Monumento; e fomento económico para a população, promovendo o seu envolvimento interativo.

Inicia-se agora um novo ciclo que espera contar com o contributo de todos aqueles que se queiram associar a este projeto.