O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol decidiu manter o FC Porto na Taça da Liga e aplicar uma multa de 3060 euros aos dragões pelo atraso no jogo com o Marítimo.
O Conselho de Justiça da federação reuniu-se hoje e deliberou sobre o recurso apresentado pelo Sporting. No final de fevereiro, o Conselho de Disciplina tinha decidido repreender e multar o FC Porto em 383 euros.
Em causa estava o atraso de dois minutos do jogo em que FC Porto venceu o Marítimo (3-2) com uma grande penalidade no período de compensação (90+4), que garantiu o apuramento dos “azuis e brancos” para as meias-finais, em vez do Sporting, segundo classificado do grupo, em igualdade pontual, mas com menos golos marcados.