Porto de Peniche vai receber mais de 27 milhões de euros de investimento que garantem a criação esperada de 400 empregos até 2018. O primeiro passo é a recuperação e reconversão dos Estaleiros. A seguir, mais quatro unidades industriais na área da transformação de pescado.
O Secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu afirma que “a nova solução permite manter a actividade de construção e estaleiros navais como finalidade essencial do projecto, designadamente na satisfação das solicitações da indústria pesqueira local, como obrigação do serviço publico concessionado e vem solucionar a solução de uma empresa que se confrontou, nos últimos meses, com graves dificuldades financeiras”.
Deste modo os Estaleiros Navais de Peniche vão ser objecto de um projecto de requalificação, reestruturação e revitalização, permitindo a regularização dos encargos junto do Estado, Segurança Social e Fazenda Publica, bem como já foi negociado um plano de de pagamentos com as entidades bancárias e fornecedores.
O acordo envolveu a Docapesca, entidade detentora do Porto de Peniche, onde estão situados os estaleiros e vem viabilizar uma empresa em situação difícil, através da renegociação do seu passivo com um montante estimado em 15 milhões de euros.
A requalificação, rentabilização e reequipamento da área afecta à concessão do serviço público implicará um investimento previsto superior a 14 milhões de euros na área da concessão, a desenvolver ao longo dos próximos anos, além de todas as actividades complementares e conexas que, no contexto do contrato de concessão, se pretendem desenvolver, ligadas à construção modular e a novas actividades decorrentes da exploração do mar.
O Porto de Peniche assiste, actualmente, a uma requalificação profunda que visa a instalação de várias novas empresas. Nos próximos meses, devem ser instaladas nos terrenos do Porto 4 novas unidades industriais, incluindo 2 fábricas de conservas e uma unidade de transformação de peixe que significam investimentos da ordem dos 13,3 milhões de euros e e a criação de cerca de 100 novos postos de trabalho.