Nos dias 15 e 16 de maio realizar-se-á no Auditório do Edifício Paços do Concelho de Torres Vedras a 18.ª edição do Encontro de História Turres Veteras, subordinado este ano ao tema “O Carnaval: História e Identidade”.

Turres Veteras é uma iniciativa organizada pelo Município de Torres Vedras, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e Promotorres E.M, assumindo-se como o melhor encontro de História organizado anualmente em Portugal, no qual se aborda um tema pertinente, não apenas para o estudo da identidade e da memória do Concelho de Torres Vedras e da região Oeste, mas também para a própria História de Portugal.

Este encontro tem, também, como objetivos fundamentais o fomento do estudo e da investigação relativos à História local e regional, assim como a partilha de experiência e de resultados obtidos na área da História da Cultura e Mentalidades, desde o período pré-clássico até ao presente.

Em 2015 iremos correr a história do Carnaval, o de Torres Vedras e de outros, nacionais e internacionais.

Programa:
dia 15 de maio de 2015 | sexta

09h30 – Receção aos participantes
09h45 – Cerimónia de Abertura
10h00 – O mundo ao contrário: uma incursão pela cultura popular romana
Rodrigo Furtado
(CEC – Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa)
10h30 – O Carnaval na Idade Média: festas de loucos…
Pedro Gomes Barbosa
(Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa)
11h00 – Bell ringers and their resonance: Ethnological analysis of the multiple contexts of contemporary carnival customs in the Kastav region
Lidija Nikočević
(Ethnographic Museum of Istria – Croácia)
11h30 – Raízes do Carnaval de Torres: o desconhecido e o surpreendente
Manuela Gomes
(‘Carnival International Research Center’)
12h00 – Debate
13h00 – Almoço
15h00 – Les Carnavales de Binche et Aalst (Bélgique): histoire et identité
Christel Deliège & Clémence Mathieu
(Musée International du Carnaval et du Masque – Bélgica)
15h30 – O Carnaval tradicional em Trás-os-Montes
António Pinelo Tiza
(Academia Ibérica da Máscara)
16h00– A música de Carnaval: para além da Cabeleira do Zézé
Cecília Travanca Rodrigues & José Eduardo Alves
16h30 – Debate
16h45 – Intervalo
17h00– À espera do Carnaval de Torres: um ‘corso’ por Lisboa, Porto, Nice e Torres Vedras, com um saltinho ao Rio (sem samba): uma revisitação da memória
Jorge Ralha
(Real Confraria do Carnaval de Torres)
17h30 – Los carnavales de Negros y Blancos de Pasto y de Barranquilla: história y identidad
Lydia Inés Muñoz Cordero
(Academia Nariñense de Historia – Colombia)
18h00 – Debate

 

dia 16 de maio de 2015 | sábado
10h00 – Carnaval Civilizado de Loulé: da filantropia ao cartaz turístico
Luís Guerreiro
(Município de Loulé)
10h30 – Carnaval de Ovar: mais do que uma tradição, uma história diferenciadora. Uma marca no modo de vida e no sentir vareiro
Alexandre Rosas
(Município de Ovar)
11h00 – O Centro das Artes do Carnaval: do programa ao espaço arquitetónico
Rui Brás
(Município de Torres Vedras)
11h30 – Intervalo
11h45 – Carnaval: de festa a património imaterial
Paulo Costa
(Direção Geral do Património Cultural)
12h15 –Quadras da quadra do Carnaval: versos e versões
António Cruz & António Miranda
(Real Confraria do Carnaval de Torres)
12h45 – Debate
13h00 – Encerramento com lançamento do livro “A Conquista de Ceuta: Conselho Régio de Torres Vedras”
(Atas do Encontro Turres Veteras XVIII)

Comissão de Honra

O Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Manuel Soares Miguel
O Diretor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Paulo Farmhouse Alberto
A Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Torres Vedras, Ana Umbelino
O Presidente do Conselho de Administração da Promotorres, António Esteveira
O Chanceler da Real Confraria do Carnaval de Torres, António Miranda
O Presidente da Associação Lúmbias Grupo Carnavalesco, José Luís Rodrigues
A Presidente da Associação Carnavalesca ‘As Marias Cachuchas’, Paula Pires
O Presidente da Associação de Ministros & Matrafonas, Ricardo Silva
Comissão Executiva
Pedro Gomes Barbosa (Presidente); António Balcão Vicente; Carlos Guardado da Silva; Cecília Travanca; Célia Reis; Maria Manuela Catarino; Paula Correia da Silva; Pedro Marujo do Canto;
Sandra Rodrigues Silva; Vasco Gil Mantas e Venerando Aspra de Matos.