O Ministério da Educação vai lançar um concurso extraordinário para a colocação de dois mil professores nos quadros das escolas. O concurso foi aprovado hoje em Conselho de Ministros e para já vai decorrer apenas este ano letivo. Os candidatos terão que ter pelo menos 365 dias de serviço cumpridos nos últimos 3 anos.
De acordo com o Ministério da Educação e Ciência, é necessário ao docente a obtenção de um mínimo de “Bom” na avaliação de desempenho naquele período.
As vagas a preencher serão fixadas por portaria conjunta dos Ministérios das Finanças e da Educação e Ciência. São apuradas por quadros de zona pedagógica e por grupo de recrutamento.