Os Chás de Pedra regressam no próximo dia 3 de julho, convidando os interessados por História e Cultura a deslocarem-se ao início de noites de sexta-feira do referido mês à Azenha de Santa Cruz para “saborear” as palestras sobre património misturadas com o sabor a chá e o cheiro a maresia.

“Quintas das freguesias de São Pedro e Santiago nos registos paroquiais: 1578-1910 (3/7), “Da Quinta de Gaspar Campello à vila de Campelos” (10/7) e “As quintas torrienses em números: um presente com futuro” (17/7) serão os temas a abordar nestes colóquios (que se realizam a partir das 21h30), por, respetivamente, José Madruga Carvalho, José Damas Antunes e Sónia Miranda. Nesta edição dos Chás de Pedra prossegue a abordagem à temática “A Quinta”, a qual teve início na edição do ano transato do evento Sopas de Pedra.

A promoção da investigação, da formação e da informação sobre a História e identidade locais, bem como a valorização do património edificado, são os principais objetivos do evento Chás de Pedra, que terá a sua sexta edição.