O Presidente da República defende que o Governo deve corrigir algumas das injustiças que terá cometido, nos últimos anos. Questionado sobre a hipótese de o valor das pensões variar consoante o comportamento económico do país, Cavaco Silva disse esperar que não sejam pedidos mais sacrifícios aos pensionistas, por terem sido os que mais sofreram com os cortes aplicados. O Presidente da República adverte que a haver mais cortes, deverão incidir sobre quem tem rendimentos mais elevados e não sobre os pensionistas.
Cavaco Silva diz não ter informação «que aponte para a redução do rendimento disponível» de funcionários públicos e pensionistas.
Estas declarações do Chefe de Estado foram feitas à margem de uma visita ao Centro de Identidade Local da freguesia de Esperança, concelho de Arronches.