De 5 a 10 de fevereiro todos os caminhos vão dar ao Carnaval de Torres Vedras, o mais português de Portugal. Com o tema “Figuras e Figurões”, Torres Vedras enche-se de cor, animação e muita sátira política e social, mantendo a matriz de espontaneidade que caracteriza o seu Carnaval.

O Monumento ao Carnaval, os cabeçudos, os Zés-Pereiras, os carros alegóricos, o Tó’Candar (carro de grandes dimensões com banda a tocar ao vivo) e milhares de mascarados são as “figuras” desta grande festa. Durante 6 dias/ 5 noites são esperadas cerca de 350 mil pessoas no Carnaval de Torres Vedras.

 

A Organização do Carnaval garante, desde já, a presença de várias “Figurinhas de ouro” em Torres Vedras, como o ex-primeiro-ministro José Sócrates, o futebolista Cristiano Ronaldo, o presidente do Sporting Bruno de Carvalho, Jorge Jesus, bem como do Presidente da República, Cavaco Silva, e até de Mário Soares. O primeiro-ministro António Costa também assistirá aos desfiles, do camarote, contando com a presença de outros políticos da cena internacional, como Angela Merkel ou François Holande. Outras figurinhas do nosso jet-set “falido” também podem ser visitadas no Monumento ao Carnaval de Torres, que inaugurou no passado dia 16 de janeiro e pode ser visto até ao dia 10 de fevereiro.

Para conhecer melhor a história deste grande evento, não deixe de visitar a exposição “Loucuras e rodas nas voltas do Carnaval”, patente na Paços- Galeria Municipal de Torres Vedras, de 3 a 20 de fevereiro, e que nos conta a evolução do Carnaval de Torres, dos “bois ao diesel”, as suas figuras marcantes, maquetes e carros alegóricos. Também a exposição “Figuras, Figurinhas e Figurões- 40 anos de caricatura de António” merece a sua visita e estará patente na mesma galeria até 20 de fevereiro.

 

Mas o grande arranque do Carnaval 2016 será marcado, como já é tradição, por cerca de 8100 “figurinhas” que vão compor o Corso Escolar, a realizar no dia 5 de fevereiro, a partir das 09h30, no centro da cidade. São 7200 crianças, acompanhadas por professores e auxiliares, de 80 estabelecimentos de ensino do concelho (do ensino pré-escolar ao secundário). Estas crianças vão fazer um “figurão” por todo o lado por onde passem, com milhares de pessoas/familiares a assistir ao desfile de minions, Zés- Povinho, palhaços, Topo Gigios e até de Caretos.
Este é um espetáculo que pinta as ruas de Torres Vedras, deixa uma enorme alegria no ar e envolve todos os pais e comunidade educativa.

A chegada de Suas Altezas Reais, El Rei Dom Figurão Embatukado do Belo Carrascão e Dona Figurona Perikita Rebulona, acontecerá na Estação da CP, às 22h00, seguindo-se o desfile de toda a comitiva real e povo folião até Casa Aristocrática do Carnaval – CAC (futuro Centro de Artes do Carnaval- antigo Matadouro Municipal), com a apresentação da primeira figura desta casa e o momento de entrega das Chaves da Cidade pelo presidente da Câmara Municipal. Milhares de pessoas assistirão à entronização do Rei e da Rainha do Carnaval de Torres e, a partir de então, são eles que decidem sobre o reino da folia e a eles caberá a honra de inaugurar a “Ponte do Pólo Norte do Carnaval”, a nova ponte pedonal do Parque do Choupal.

Até 10 de fevereiro, Torres Vedras não pára. A partir das 22h30, há Dj´s Carnaval na Praça Machado Santos e Jardins de Santiago.

 

No sábado, 6 de fevereiro, o corso noturno traz os grupos organizados de mascarados para concorrer ao concurso do Carnaval de Torres. Esperam-se 4 mil participantes nesta mostra de criatividade, originalidade e muito trabalho. Matrafonas, cabeçudos, Zés-Pereiras animarão a festa, mas os carros alegóricos ainda não saem à rua. Fica a curiosidade no ar até ao domingo, mas o Tó’Candar vai dar muita música a todos os que querem dançar noite dentro. A partir das 22h30, a Praça Machado Santos, Jardins de Santiago e Mercado Municipal vão contar com Dj´s para tornar ainda mais explosivo este Carnaval.

 

Domingo, 7 de fevereiro, é dia de toda a família sair para a folia, com o corso diurno a ter lugar a partir das 14h30. Faça chuva ou faça sol, há milhares de mascarado, de todas as idades, preparados para arremessar os típicos cocotes. Tempo também para apreciar o trabalho de grandes artistas locais que, durante largos meses, trabalharam com afinco nos 8 carros alegóricos que agora são apresentados, carregados de sátira política e social e que, de tão bem realizados, são um “marco artístico” do Carnaval de Torres.

Os carros alegóricos merecem um olhar mais atento. Neste campo, o carro “Futemania” traz-nos personagens como gangsters, árbitros, Jorge Jesus ou Platini, mas Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira também integram este “mundo”. Já na “Rota Cega” um porco capitalista comanda, deliberadamente vendado, um paquete de luxo que traz a bordo os 7 pecados capitais. Logo ao lado, num pequeno barco sobrelotado e à deriva, lutam os náufragos no limite da sobrevivência. Já na “Política Internacional”, numa ilha dourada, Angela Merkel ouve gritos de desespero e prepara-se para um resgate de solidariedade. Em “Sheriff mas pouco”, que retrata a política nacional, Lucky Luke (Cavaco Silva) dorme tranquilo, enquanto os nossos corruptos irmãos Dalton (José Sócrates, Duarte Lima, Armando Vara e Ricardo Salgado) se mantêm ativos no lançamento de bolas esmagadoras sobre o Zé (Povinho). Mas há ainda “As palavras sagradas de Jesus”, “Os cruzeiros europeus da Chanceler”, “Os terríveis figurinos do Zé”, “As Figuras da Aldeia” com António Costa, José Seguro, Passos Coelho, Paulo Portas e muitos outros e no “Tuga Circus” é possível ver o Zé Povinho a ser disparado de um canhão…
Carros alegóricos criativos na sua forma e carregados de ironia no seu conteúdo, à boa maneira torriense.

A tarde quer-se de participação e de espontaneidade, com os cabeçudos, grupos organizados de mascarados, Zés-Pereiras… todos a marcar a sua presença neste corso no qual todos são atores.

Para todos aqueles que não têm a oportunidade de assistir in loco ao Carnaval de Torres, a SIC fará transmissão do programa Portugal em Festa, em direto, a partir das 14h00.
A partir das 22h30, os Djs voltam a animar a Praça Machado Santos e os Jardins de Santiago.

 

Segunda-feira, 8 de fevereiro, vai mostrar que o Carnaval se faz também para ser vivido por grandes figuras seniores, com a realização do Baile de Máscaras Tradição, a partir das 14h30, na Expotorres. São cerca de 1500 seniores que se juntam para conviver e para um “pé de dança”.

A espontaneidade volta a tomar conta das ruas do centro da cidade, a partir das 21h00, com a realização do Corso Trapalhão. Segunda-feira é de arromba. Tem trapinhos antigos lá por casa? Óculos, penas, chapéus? Traga o que quiser, mas traga e junte-se aos milhares que fazem deste corso uma verdadeira trapalhada e aproveitam intensamente a última noite- forte do Carnaval de Torres. Mas para os homens há dress-code: matrafona! para participar no concurso que se realizará a partir das 23h00 na Av. 5 de Outubro. A animação continuará noite dentro com djs a passar música nos palcos de animação.

 

No dia 9 de fevereiro, terça-feira, as cores alegres voltam a invadir o perímetro de corso, ao ritmo “bombástico” dos Zés-Pereira. A partir das 14h30 realiza-se o corso diurno da terça-feira de Entrudo. No Carnaval de Torres todos fazemos boa figura e ninguém consegue deixar de se divertir.

 

Na quarta-feira, 10 fevereiro, despedimo-nos do Carnaval de Torres 2016 com o enterro do Entrudo, bem carpido e com fogo-de-artifício, a acontecer a partir das 21h00, com ponto de encontro na Praça da República e término junto ao Tribunal.