A Câmara de Torres Vedras terminou o ano de 2014 com um lucro nas contas de cerca de 5,4 milhões de euros. O valor foi apresentado no Relatório de Contas aprovado ontem à noite pela Assembleia Municipal.

O Relatório de Contas de 2014 foi aprovado por maioria com toda a oposição do CDS-PP, CDU e PSD a abster-se e a reconhecer esse esforço de melhoria da situação financeira do município.

A dívida total do municipio foi refuzida em 3 milhões de euros, sendo ainda possivel obter 5,5 milhões de euros de resultados positivos sem ser necessário recorrer ao Programa de Apoio à Economia Local.

Através da manutenção em 0,4% do Imposto Municipal sobre Imóveis, o municipio subiu as receitas para 12,4 milhões de euros (em 2013, as receitas foram de 10,5 milhões de euros.

Quanto à receita, a execução orçamental foi de 84,9%. O município previu arrecadar 48,2 milhões de euros, mas apenas conseguiu cobrar 41 milhões de euros.

Em 2014, o município teve encargos de 4,2 milhões de euros com a amortização de dívidas, tendo fechado o ano com uma dívida global a longo prazo de 28,5 milhões de euros, abaixo dos 31,5 milhões de euros existentes no final de 2013.