esco cozinha

Os alunos da ESCO – Escola de Serviços e Comércio do Oeste vão criar o “maior pastel de feijão do mundo” para ser apresentado nas “Festas da Cidade”.

Os alunos já começaram os ensaios, construíram uma maqueta e, no dia 2 de novembro, vão mostrar aos torrienses o “mega pastel de feijão”.

O objetivo inicial seria inscrever o bolo no livro de recordes do Guiness, mas o sonho fica, para já, adiado “devido a questões de ordem financeira” explica Helena Reis, coordenadora do projeto.

A ideia do mega pastel de feijão nasceu em fevereiro de 2012, após a turma de técnicos de organização de eventos ter vencido um concurso lançado pelo Rotaract.

A partir daí, os alunos puseram mãos à obra e juntaram-se a mais parceiros para que a receita seja cozinhada com sucesso.

“A ideia começou com o Rotaract e depois pedimos apoio à câmara, à Fábrica Brasão e aos alunos da turma de técnico de restauração”, adianta a coordenadora.

É da Fábrica Brasão que vem o segredo do maior pastel de feijão do mundo. Perpétua Lourenço é a doceira que, há décadas, transforma o ex-libris de Torres Vedras num dos bolos mais vendidos do país.

É com ela que os alunos da ESCO estão a aprender a cozinhar o doce torriense que irá pesar 36 quilos, o equivalente a 500 pasteis de feijão.

Para a construção do maior pastel do mundo vão ser utilizados ingredientes de peso: 21 quilos de açucar, 36 dúzias de ovos, cinco quilos de feijão e 5 quilos de amêndoa.

Depois, é só juntar o segredo que a Fábrica Brasão perpetua no tempo e mostrar aos torrienses o resultado de fazer crescer água na boca.

O maior pastel de feijão do mundo será apresentado nas Festas da Cidade, a 2 de Novembro, no pavilhão multiusos de Torres Vedras.

 

*com Daniela Santos

(Foto:  ESCO)