Presumíveis membros do grupo radical islâmico extremista raptaram mais oito raparigas, entre os 12 e os 15 anos, de uma localidade do norte da Nigéria, informou hoje o jornal local The Vanguard.
O rapto, ocorrido na noite de domingo em Warabe, é conhecido um dia depois do mesmo grupo ter reivindicado o sequestro a 14 de abril de mais de 200 raparigas de uma escola , no norte da Nigéria.
Este grupo pretende criar um estado islâmico no norte da Nigéria, essencialmente muçulmano, ao contrário do sul, onde os cristãos estão em maioria.
Só este ano, mais de 1.500 pessoas morreram em ações atribuídas a este grupo extremista.